Google+ Followers

segunda-feira, 1 de junho de 2015

AMIGAS




       Sentei em uma varanda, em um dia de verão, bebendo chá gelado enquanto visitava minha mãe.
        "Nunca esqueça de suas amigas" ela falou, mexendo nos cubos de gelo em seu copo. "Não importa o quanto você ame o seu marido, você ainda precisará de suas amigas." "Lembre-se de sair e fazer coisas com elas, hoje e sempre. E lembre-se que amigas também são as irmãs, filhas, primas e outras parentes que você tenha."
        Que conselho estranho, pensei. Eu não tinha acabado de me casar? Eu não havia acabado de entrar no "mundo dos casais?" Eu era um mulher casada agora, meu Deus, não somente uma garotinha que precisasse de amigas.
        Mas mesmo assim escutei minha mãe, mantive contato com minhas amigas e fiz novas amizades ao longo do caminho. Conforme os anos passavam, um após o outro, gradualmente comecei a entender o que minha mãe quis dizer naquele dia.
Aqui está o que eu aprendi sobre as Amigas:
 
       Amigas trazem comida e ajudam a limpar o banheiro quando você precisa de ajuda.
       Amigas cuidam de seus filhos e de seus segredos.
       Amigas lhe dão conselhos quando você os pede. Às vezes você escuta, às vezes não.
       Amigas nem sempre lhe dizem o que você quer, mas são honestas no que dizem.
       Amigas amam você e ficam ao seu lado, mesmo quando não concordam com suas escolhas.
       Amigas riem com você, mesmo quando não há motivo aparente.
       Amigas te ajudam a sair de confusões.
       Amigas fazem festa para a sua filha ou filho quando eles se casam ou ficam grávidos, mesmo que não aconteça necessariamente nesta ordem.
       Amigas estão sempre ao seu lado quando tempos difíceis chegam.
       Amigas escutam você lamentar quando perde um emprego ou um amigo.
       Amigas escutam quando seus filhos a magoam.
       Amigas escutam quando seus pais ficam doentes.
       Amigas choram com você quando alguém que você ama morre.




             (texto recebido como mensagem de e-mail)



 

Nenhum comentário: