Google+ Followers

terça-feira, 17 de abril de 2012

A Casa - Vinicius de Moraes



A casa

Era uma casa
Muito engraçada
Não tinha teto
Não tinha nada
Ninguém podia
Entrar nela não
Porque na casa
Não tinha chão
Ninguém podia
Dormir na rede
Porque na casa
Não tinha parede
Ninguém podia
Fazer pipi
Porque penico
Não tinha ali
Mas era feita
Com muito esmero
Na Rua dos Bobos
Número Zero.



Para criança? Que nada! Há casa assim mesmo. Parede que não é parede. Telhado que não é telhado. Porta que não é porta. Banheiro que não é banheiro. Piso que não é piso. Moradores que não são moradores. Tudo uma mentira pura.

Casa fantasma. Ninguém pode morar nela não. Se tentar, verá que está no meio da rua. Todo mundo vê e sabe o que acontece dentro da casa.

É melhor ficar sem casa mesmo que ter uma "faz de conta", onde todo mundo manda e nela não há o mais indispensável possível que é o amor entre os moradores.

Xô, casa mentira pura!





Nenhum comentário: