Google+ Followers

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

2012 - E O QUE VAMOS FAZER?

 

"Se a previsão de que o mundo vai acabar em 2012 estiver correta, o Natal de 2011 foi o último das nossas vidas.

Você está livre para fazer tudo que sempre pensou em fazer mas foi detido pela moral, os bons costumes, o Código Civil e seu instinto de preservação".

Não estou incitando ninguém a cometer atos tresloucados. Apenas transcrevo aqui parte da crônica de Veríssimo, publicada em 25/12/2011, pelo jornal O Globo, cuja leitura começo a fazer no domingo e prossigo durante a semana (estou muito devagar mesmo!).

E continua Veríssimo: "Pode dizer o que pensa de todas as pessoas de que não gosta e declarar sua paixão para todos os seus amores secretos, sem temer o revide ou o desdém. Pode fazer tudo isto sem pensar na sua reputação, pois se a previsão estiver certa ninguém mais vai ter uma reputação.

Deve-se pensar em algumas medidas práticas a serem tomadas na iminência do fim do mundo. Começar a comprar tudo com cheques pré-datados ou a crédito, por exemplo. Usar ao máximo os cartões de crédito, inclusive nas viagens para o exterior que se fará às pressas. E a crédito.

 Conhecer o maior número de lugares que ainda não se conhece no mundo, numa espécie de tour de despedida. Aproveitar todos os pores do sol possíveis, pois eles também serão os últimos. E isto é o mais difícil: passar a só dizer coisas definitivas. Ou então, o contrário. Só dizer bobagens.

E o fim nos trará algumas vantagens.

Tornará coisas como caderninhos com datas de aniversário, horóscopos e índices de colesterol sem sentido. Todos os tipos de restrições alimentares serão risíveis, poderemos comer de tudo que nos faz mal como se não houvesse amanhã..."


2 comentários:

Leda Lopes disse...

O fim do mundo em 2012 foi cancelado no Brasil, pois o país não tem infraestrutura pra sediar um evento desse porte. Rsrsrs.
Bjs!!
Leda Lopes

Terezinha Sobreira disse...

Assunto resolvido com muita criatividade!
Podemos ficar sossegados, não é?