Google+ Followers

domingo, 11 de setembro de 2011

ORQUÍDEAS DE MINHA MÃE

Dezembro de 1999. Duas semanas, mais ou menos, antes do Natal.
Passávamos um tempo no Rio e minha mãe, Maria José, teve uma crise hipertensiva. Da emergência foi encaminhada para uma CTI.
O mundo caiu sobre nós! Meus irmãos foram imediatamente para a Capital.  
Meu cunhado, angiologista e cirurgião vascular,  interveio junto ao Dr. Salles, já seu conhecido,  explicando-lhe que, se ela permanecesse no CTI, longe dos familiares, sua recuperação seria mais demorada. 
Transferida para um apartamento, ganhou alma nova e, em poucos dias, teve alta. 
O cardiologista recomendou alguma distração para ela. Escolhemos, de início, ir ao Shopping Tijuca. E não é que descobrimos lá uma loja do Orquidário Aranda, de Teresópolis!

Que achado mais lindo! Lindo mesmo!
Nair, a responsável pela loja, sabendo que ela estivera doente, foi extremamente carinhosa.
Acertaos o alvo!
Mamãe, que já possuía uma orquídea "catleya" há uns 40 anos, deu início, ali mesmo, a uma coleção...
Regressamos a Varre-Sai com uma aquisição razoável de orquídeas.

Visitamos, mais tarde, o Orquidário Aranda, em Teresópolis. Um paraíso!
No ano seguinte, conhecemos, em Atibaia/SP, o Orquidário de um Japonês. Que excelente antendimento nos  dispensou!  Não só nos vendeu orquídeas como forneceu muitas orientações sobre o cultivo da planta que é bastante delicada.
A coleção foi crescendo.
Meu irmão fez uma pequena estufa para ela.
Hoje, contamos com o assistência do orquidófilo Porfírio do Nascimento, funcionário público municipal e "expert" no assunto.
E temos orquídeas florescendo o ano todo!
Porfírio trabalha com o "Nem", Nelson Purificati Filho, dono do Orquidário que se  localiza no sítio "Vai e Volta", zona rural de Varre-Sai, e que vai, rapidamente, adquirindo fama e recebendo visitas ilustres.
"Orquideoterapia" -  funcionou otimamente para minha mãe!
Recomende-a a alguém que esteja precisando! Afinal, flores alegram a alma e orquídea é uma flor de beleza soberba!

Nenhum comentário: