Google+ Followers

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012


FILOSOFIA SOBRE O CAOS IMPOSTO PELA MORTE


O "Semeador de idéias" comentou que o corpo humano tem cerca de três trilhões de células, e nenhuma delas estava geneticamente programada para a solidão da inexistência, preparada para morrer. A morte era inevitável, mas não era natural para o código genético. Sobreviver era a meta última desse código. Por isso, quando uma pessoa entrava em qualquer situação de risco, bilhões de neurônios protestavam, produzindo milhares de reações para a fuga ou o enfrentamento do risco. Até o ato suicida gerava um protesto cerebral solene em favor da vida, capitaneado pela taquicardia e pelo aumento da frequência respiratória. Para ele, mesmo o câncer representava a sede pela continuidade da existência biológica, embora promovida por genes egocêntricos, e ainda que trouxesse graves consequências. A célula cancerígena abandonava a unidade corporal e seguia a carreira solo de ser eternamente jovem, multiplicando-se incontrolável e egoisticamente, gerando uma competição predatória por nutrientes com outras células. 

Texto transcrito do livro O Semeador de Ideias, de Augusto Cury, página 29. 

Há muito vejo os livros do escritor, que também é médico, relacionados em revistas ou expostos nas livrarias como os mais vendidos. Sempre relutei em tomar um deles para leitura julgando tratar-se de livro de auto-ajuda. Li muitos do gênero, principalmente do Dr. Lair Ribeiro, por recomendação de meu antigo médico, que me operou há anos. Li de autores religiosos também. Não resolve problema de ninguém.
A Bíblia sim. Mas tem que ser tomada como oração, não como simples leitura.
Resolvi conhecer Augusto Cury. Extraordinário! Ainda estou lendo o livro. Esta página impressionou-me bastante.
Uma leitura assim é impossível quando se está no auge do sofrimento físico que também envolve a mente e as emoções.
De quanta força dispõe o ser humano para enfrentar situações de perigo, catástrofe, morte! Somos mais fortes do que possamos imaginar. Tomemos conhecimento disto e nos lançemos à luta! Agarremos a vitória de qualquer jeito!

Quem nos programou de maneira assim tão formidável?

Um comentário:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.