Google+ Followers

sábado, 14 de janeiro de 2012

LI A BIÓPSIA EM SONHO ANTES DELA CHEGAR



TUMOR MALIGNO. 
MEMORIAL IN AMÉM.

Este era o resultado de uma biópsia.
Vinha impresso em papel de cor azul, grosso como uma cartolina. A folha tinha cerca de vinte centímetros de largura. Muito comprida, mais de meio metro.

Continha vários parágrafos e todos eram iguais.
Os parágrafos eram escritos em Língua desconhecida.
Após cada parágrafo, vinham as palavras acima e dispostas desta forma:

TUMOR MALIGNO.
MEMORIAL IN AMÉM.

 
Li, portanto, o resultado do exame antes de tomar conhecimento do que fora realizado pelo Laboratório.

Trata-se de um sonho que eu tive após a cirurgia a que me submeti em Porciúncula, RJ, com o médico Dr. Antônio Jogaib.

Não foi visão. Foi um sonho. Um sonho muito real.

Uma linda jovem com pele rosada, lisa, perfeita como um pêssego.
Não vi seu cabelo nem seu corpo. Só o rosto. Inesquecível!
Aproximou-se de meu travesseiro, deu-me um beijo na testa e entregou-me um papel azul-claro bem enrolado e amarrado com uma fita. Seu rosto ficou junto ao meu e pude observá-lo muito bem.

O sonho aconteceu em dezembro de 1985. Uns sete ou oito dias após a cirurgia a que me submeti. A cirurgia que foi um divisor de águas na minha vida.

Fiquei muito agitada e, na manhã seguinte, pedi a Lúcia, minha irmã, que obtivesse notícias da biópsia para mim.
Embora ela tenha sabido mais cedo, só à tarde sentiu-se em condições de me comunicar que já estava nas mãos do médico que me operara.
No outro dia, fui ao Hospital de Porciúncula para retirar alguns pontos e Dr. Antônio Jogaib entregou-me a biópsia (vide postagem mais antiga: Carcinoide?!).


Relatei-o a um padre na esperança de obter explicação para as palavras MEMORIAL IN AMÉM.
Palavras de várias línguas, disse-me ele... Significado nenhum.

E ficou por isto mesmo. Pensei muito a respeito e o faço até hoje...

Ah!  Se pudesse contar com o Profeta Daniel que decifrou o sonho do rei Nabucodonosor (Dn 2).





Nenhum comentário: