Google+ Followers

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

CARCINOIDE?! QUE RARIDADE!

Tumor raro que se origina do sistema neuroendócrino localizado em diferentes órgãos do aparelho digestivo.

A localização mais frequente é no apêndice cecal, atingindo 50% dos casos, acometendo cerca de 6 indivíduos em cada 1000.

Sua incidência é um pouco mais elevada no sexo feminino e na faixa etária adulta.

É uma patologia de difícil diagnóstico

Desconhece-se a causa da formação desse tumor.

Não produz sintomas, a menos que se tenha propagado ao fígado.

Quando o tumor carcinoide está limitado a uma área específica (p.ex., pulmões, apêndice, intestino delgado ou reto), a remoção cirúrgica pode ser eficaz.

Nem a radioterapia nem a quimioterapia são eficazes para curar o tumor carcinoide.

Foi descrito pela primeira vez em 1882. Somente foi melhor reconhecido em 1948 após a descoberta da serotonina e, posteriormente, com o isolamento da serotonina de um tumor carcinoide em 1953 .

Pesquisas mais recentes têm demonstrado a maior complexidade bioquímica e neuroendócrina do tumor carcinoide.


Que coisa de doido!
Parece até prêmio da Mega-Sena!
E não é que 6 em l000 pobres-coitados são sorteados!
Larga do pé do ser humano, chulé!
Câncer devia dar em pedreira, parede, assombração, lobisomem, mula-sem-cabeça, no raio que o parta, no demõnio, satanás e seus sequazes ...

Um comentário:

Marilisa disse...

Putz, nessa loteria eu não aposto...kkk
bjs